Busca no site

Busca:

Nossa Cidade
A Câmara
Transparência Pública
Legislação
Sessões Plenárias
Imprensa
Serviços
Home
Concursos
Lei Orgânica
Últimas Noticias

Câmara devolveu mais de R$2 milhões para a Prefeitura

A Câmara Municipal de Matão devolveu no ano de 2017, mais de R$2 mi à Prefeitura, o anúncio oficial foi feito pelo presidente do legislativo matonense, Valter Luiz Trevizaneli (Valtinho).Preocupado com a crise financeira que a Prefeitura vem enfrentando, junto com os demais vereadores e funcionários da Câmara realizaram durante todo o ano de 2017 uma economia dos recursos financeiros, possibilitando a devolução.

O dinheiro é parte do duodécimo da Câmara Municipal que, com a economia realizada durante ano de 2017,somou a quantia de R$ 2.644.899,79, já devolvidos para a Prefeitura. Dentre as medidas adotadas para a redução de gastos, é importante destacar que os vereadores aprovaram a extinção de 20 cargos comissionados, seguindo uma determinação do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.“A Câmara reconhece que a cidade vive um momento complicado devido à crise financeira. Em conversa com o prefeito Edinardo Esquetini, estudamos a melhor maneira de colaborar com a prefeitura, consultei o departamento financeiro da Câmara e fizemos a devolução do dinheiro durante o ano. Agradeço a todos os funcionários da Câmara e aos vereadores pela economia mantida diariamente nas ações e serviços. Sabemos que essa economia retorna para o município, beneficiando a população”, disse Valtinho.

Para o Prefeito Edinardo Esquetini a boa gestão da Câmara fez com que o município pudesse manter o planejamento financeiro da Prefeitura. “O apoio financeiro da Câmara foi fundamental ao longo do ano para que pudéssemos manter alguns serviços essenciais para a população, já que é de conhecimento de todos que a prefeitura vive o pior momento da história na área financeira”, comentou Edinardo.

Vale ressaltar também, que além da devolução do valor de mais de R$ 2 mi a Prefeitura, o Legislativo Matonense tem solicitado somente 5,19% dos 7% do duodécimo que é de direito, conforme o inciso I do artigo 29-A da CF, para municípios de até 100 mil habitantes, o valor máximo a ser repassado ao Legislativo é 7% do somatório da receita tributária e das transferências previstas no § 5º do art. 153 e nos arts. 158 e 159.

“Desde o início do ano de 2017, todos foram (Vereadores e Funcionários) comprometidos com o objetivo de economizar recursos. Nós nos adaptamos à realidade e o resultado demonstra que uma administração com seriedade, consciência e responsabilidade com o dinheiro público faz com que haja sobra sem deixar com que as prioridades básicas sejam supridas” – destacou o Presidente da Câmara, Valtinho Trevizaneli

 

 


Av. Padre Nelson, 859, Centro - CEP 15990-350 - Fone (16) 3383.1033, Fax (16) 3383.1049